Suscripción Newsletter

Recibe noticias y avisos de promociones especiales

Briga de família

Vovô Bebê
Discos: MPB / Experimental

Disponible

14,94 € impuestos inc.

Ficha técnica Discos

Sello Risco
Estilo MPB / Experimental
Año de Edición Original 2020

Más

Vovô Bebê (PDC) (voz, guitarras, kalimba, percusión, arreglos)

Karina Neves (flauta), Aline Gonçalves (clarinete, flauta), Leonardo Musse (trompeta), Jonas Hocherman (trombón), Guilherme Lirio (bajo, arreglos vocales), Uirá Bueno (batería), Tomas Rosati (percusión), Gabriel Ventura (efectos, guitarra eléctrica), Conrado Kempers (samples).

Participación especial de: Ana Frango Elétrico (voz, piano, piano eléctrico, arreglos vocales), Luiza Brina (voz), Luís Capucho (voz).

Edición en formato Digipack.

Tercer álbum de Vovô Bebê, el proyecto que presenta las composiciones del productor e instrumentista carioca Pedro Dias Carneiro (PDC)*, Como él mismo define: "As canções são crônicas urbanas de um Rio de Janeiro ao mesmo tempo caótico e bem-humorado, caminhando na linha tênue entre good vibes e bad trip – como toda “Briga de Família”. Por los ritmos irregulares y las disonancias, su estilo recuerda al del paulistano Itamar Assumpção con el grupo Isca de Polícia. 

"Com capa que expõe arte e colagens de Ana Barbosa, o terceiro álbum de Vovô Bebê, Briga de família, reúne Ana Frango Elétrico, Luiza Brina e Luis Capucho.
Nome da cena alternativa fluminense, o trio se alinha com Vovô Bebê, nome artístico do cantor, compositor e músico carioca Pedro Dias Carneiro, também conhecido como PDC.
Além de ter gravado vocais em várias faixas, Frango Elétrico figura como solista convidada de Êxodo, música lançada no segundo álbum de Vovô, Coração cabeção (2017), e rebobinada no novo disco em gravação já disponibilizada como single, um mês após a apresentação da faixa-título Briga de família, lançada em dezembro.
Capucho intervém em Saparada. Já Luiza Brina colabora com o arranjo de Aluno e participa de Jão Mininu, marcando presença em duas das 13 músicas do repertório inteiramente autoral e quase todo inédito do disco.
Baseado no show que Vovô Bebê vinha apresentando nos três anos anteriores, o álbum Briga de família se diferencia dos dois antecessores – Vovô Bebê (2015) e o já mencionado Coração cabeção – por ter sido gravado com banda entre outubro de 2018 e fevereiro de 2019 no Estúdio do Vovô, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).
A banda do álbum Briga de família inclui Aline Gonçalves (clarinete), Ana Frango Elétrico (vocais) Gabriel Ventura (guitarra), Guilherme Lírio (baixo), Jona Hocherman (trombone), Karina Neves (flauta), Tomas Rosati (percussão) e Uirá Bueno (bateria), além do próprio Vovô Bebê, músico versátil que tocou vários instrumentos nos dois discos anteriores." Mauro Ferreira (g1.globo.com, 31.01.2020)

"(...) Este Briga de família que claro tem a malemolência carioca, o ritmo quebrado, o flerte com uma MPB moderna e irreverente. Que dá espaço para a ironia, abusa das crônicas do cotidiano e reflete os conflitos mundanos de nossos tempos. Até por isso é acertada a parceria com Ana Frango Elétrico. Por exemplo, em “Êxodo” cria todo um cenário visual e um tom de deboche desde sua introdução. A história vai sendo narrada feito uma fábula urbana com direito a dois narradores. Ana Frango Elétrico e Pedro Dias Carneiro que dão cores – e contornos – a todo esse universo pós-apocalítico tropical de Witzel. que reflete uma suposta vontade de migrar da realidade virtual para o que chamamos de “mundo real”, mesmo que as consequências sejam um tanto quanto turvas feito a água do Rio de Janeiro em 2020. O som quebradiço, faz a ponte entre o jazz, o funk e a MPB. Tudo junto e misturado mas sem perder o molejo." Rafael Chioccarello (Hits Perdidos, 24.01.2020)

*Pedro Dias Carneiro inició su carrrera fonográfica en el grupo (casi) instrumental Dos Cafundós, cuyo primer disco, "Capitão Coração",  fue lanzado en 2012 el Reino Unido por el sello Far Out. Antes de eso, colaboró con el gran compositor carioca Guinga, compuso bandas sonoras de películas (como el largometraje "Apenas o fim" y el documental filmado en Angola "I love kuduro"). Trabajó como asistente del productor mineiro Chico Neves, con el que, desde 2006 se inició en el arte de la producción musical y con quien grabó su primer álbum "Vovô Bebê" (2015). Actualmente, en el antiguo estudio de Chico Neves situado en Nova Lima (en la Región Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais), toca y graba con artistas como Ana Frango Elétrico, Cícero, El Efecto, Thiago Amud, Ilessi y Luís Capucho, entre otros.