Suscripción Newsletter

Recibe noticias y avisos de promociones especiales

Aldir Blanc inédito

Varios Intérpretes (MPB)
Discos: MPB

Disponible

19,36 € impuestos inc.

Ficha técnica Discos

Sello Biscoito Fino
Estilo MPB
Año de Edición Original 2021

Más

Interpretaciones de: Alexandre Nero; Ana de Hollanda; Chico Buarque; Clarisse Grova; Dori Caymmi; João Bosco; Joyce Moreno; Leila Pinheiro & Guinga; Maria Bethânia; Moacyr Luz; Moyseis Marques; Sueli Costa.

Edición en formato Digipack.

"(...) Aldir Blanc inédito, cumpre o que expressa o título, ampliando o cancioneiro musical do compositor ao apresentar 12 letras inéditas que viraram músicas (algumas já com o letrista morto) por obra de parceiros novos e póstumos (Alexandre Nero, Dori Caymmi e Joyce Moreno) e de colaboradores antigos e fundamentais (João Bosco, Guinga e Moacyr Luz).
Quem dá voz a essas 12 músicas inéditas é elenco diverso, alicerçado pelas presenças soberanas de Chico Buarque e Maria Bethânia (...)
Já o álbum Aldir Blanc inédito reitera, com (bem) mais altos do que baixos, a verve do bardo. Com capa assinada por Elifas Andreato, o disco foi feito sob a direção musical de Jorge Helder, com arranjos de Cristovão Bastos.
Derivado de inutilizado tema feito para campanha de cervejaria, Agora eu sou diretoria é samba em que João Bosco emula a cadência dos sucessos acumulados pela dupla no gênero nos anos 1970 e 1980. A letra resulta aquém do histórico dessa parceria fundamental, assim como o samba em si, cantado pelo próprio Bosco.
Canção feita por Moacyr Luz e Aldir Blanc, Palácio de lágrimas é descortinada com a nobreza de Maria Bethânia, em interpretação interiorizada, emoldurada pelas sete cordas do violão de João Camarero e pela viola caipira de Paulo Dáfilin.
Baião da muda é fluente baião de três compositores, juntando Moyseis Marques (intérprete do tema), Nei Lopes e Aldir Blanc. Obra-prima da safra de 12 inéditas, Voo cego é canção em forma de soneto composta por Leandro Braga com letra do bardo. Já em si bela, Voo cego desliza em céu de brigadeiro no canto enxuto de Chico Buarque.
Sobra da parceria de Guinga com Aldir, tendo sido composta em meados dos anos 1990, Navio negreiro emerge com o harmonioso requinte típico da discografia de Leila Pinheiro, intérprete especialista da obra dos compositores.
Escrita em 1993, a letra de Provavelmente em Búzios virou samba-canção com a melodia de Cristovão Bastos, (bem) cantada no disco por Dori Caymmi.
Também são sambas-canção Ator de pantomima (Sueli Costa e Aldir Blanc), Mulher lunar (Luiz Carlos da Vila, Moacyr Luz e Aldir Blanc) e Outro último desejo (Clarisse Grova e Aldir Blanc), ouvidos no disco nas vozes de Sueli Costa (com emoção espessa transmitida pelo fio de voz) Moacyr Luz e Clarisse Grova, respectivamente.
Cabe ressaltar que Grova dá show de interpretação no tema autoral que lhe foi confiado. Composição de 2012, Outro último desejo se alimenta do samba-canção Último desejo (1937) – uma das obras-primas do cancioneiro do desbravador Noel Rosa (1910 – 1937) – em diálogo sublinhado pela maestria da cantora e também coautora da música.
Gênero musical vizinho do samba-canção, o bolero dita o ritmo de Acalento, composição surgida de letra musicada por Moacyr Luz (a primeira parte) e João Bosco (a segunda) e apresentada na voz de Ana de Hollanda.
Já Aqui, daqui é a primeira parceria de Joyce Moreno com Aldir. A compositora musicou poesia do letrista, publicada em jornal carioca de 1986. Mas a bossa é que a letra, feminina, parece da lavra poética da compositora.
No fecho do disco, a densa teatralidade de Virulência – parceria de Aldir com Antonio Saraiva e com Alexandre Nero, intérprete da faixa – conecta o bardo com dissonâncias do Brasil de 2021 e se impõe, ao lado da já mencionada Voo cego, como os dois pontos mais altos da safra revelada por Aldir Blanc inédito, álbum que, juntamente com o exuberante tributo de Augusto Martins e Paulo Malaguti Pauleira ao bardo, atesta a perenidade do artesão das palavras no universo da MPB." Mauro Ferreira (g1.globo.com, 26.10.2021)

Temas

CD 1
01
Agora eu sou diretoria
Joao Bosco - Aldir Blanc
João Bosco
02
Palácio de lágrimas
Moacyr Luz - Aldir Blanc
Maria Bethânia
03
Baião da muda
Moyseis Marques - Nei Lopes - Aldir Blanc
Moyseis Marques
04
Voo cego
Leandro Braga - Aldir Blanc
Chico Buarque
05
Navio guerreiro
Guinga - Aldir Blanc
Leila Pinheiro & Guinga
06
Provavelmente em Búzios
Cristóvão Bastos - Aldir Blanc
Dori Caymmi
07
Acalento
João Bosco - Moacyr Luz - Aldir Blanc
Ana de Hollanda
08
Aqui, daqui
Joyce Moreno - Aldir Blanc
Joyce
09
Mulher lunar
Luiz Carlo da Vila - Moacyr Luz - Aldir Blanc
Moacyr Luz
10
Outro último desejo
Clarisse Grova - Aldir Blanc
Clarisse Grova
11
Ator de pantomima
Sueli Costa - Aldir Blanc
Sueli Costa
12
Virulência
Alexandre Nero - Antonio Saraiva - Aldir Blanc
Alexandre Nero