Suscripción Newsletter

Recibe noticias y avisos de promociones especiales

Vai por mim

Luiz Tatit
Discos: MPB

Disponible

16,61 € impuestos inc.

Ficha técnica Discos

Sello Circus
Estilo MPB
Año de Edición Original 2022

Más

Luiz Tatit (voz, guitarra acústica)

Jonas Tatit (guitarras, coros, programaciones), Danilo Penteado (bajo, guitarra eléctrica, cavaquinho, piano, teclados, acordeón), Sérgio Reze (batería, gongs melódicos), Lucas Casacio (percusión).

Participación especial de: Ná Ozzetti (voz), Zélia Duncan (voz), Lenna Bahule (voz, coros).

Edición en formato Digipack.

"Luiz Tatit lança álbum solo, Vai por mim, em 1º de julho, com capa assinada por Gal Oppido. Com dez composições autorais gravadas com produção musical dividida entre Danilo Penteado e Jonas Tatit, filho de Luiz, o disco Vai por mim chega ao mercado fonográfico digital – e também em edição em CD – via Circus Produções.
Menos de um ano após apresentar álbum dividido com Dante Ozzetti, Abre a cortina (2021), o cantor, compositor e instrumentista paulistano – mestre de linguística cuja obra musical é associada ao universo particular da cidade de São Paulo (SP) – volta ao disco na companhia das cantoras Ná Ozzetti e Zélia Duncan.
A voz de Ná é ouvida na faixa Aplausos (parceria de Tati com Zecarlos Ribeiro) e no canto da canção-título Vai por mim. Cantora que já transitou pelo universo de Tatit no espetáculo Totatiando (2011), Zélia Duncan interpreta Esperando o quê? – canção que, no conceito de Tatit, “retoma a utopia do crescimento moral e afetivo em oposição às distopias de hoje”.
Gravado com arranjos vocais da cantora moçambicana Lenna Bahule, o álbum Vai por mim apresenta músicas compostas por Tatit em parceria com Emerson Leal (Tipo nós) e Ricardo Breim (Embrião) entre criações da lavra solitária do artista, casos de Vem comigo, Poder cantar, Bônus que virão – “canção que traz uma reflexão sobre a passagem do tempo”, nas palavras do compositor – e Tudo é quase nada, música caracterizada por Tatit como “quase rock”.
Contudo, a música escolhida para ser o primeiro single do álbum Vai por mim é o samba Anja. Nos aplicativos de música a partir de 24 de junho, Anja tem letra, métrica e rimas que aludem ao samba Garota de Ipanema (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1962) – lançado há 60 anos – em versos como “Olha que coisa bem-vinda / No meio da praça / Só dá essa menina / E o que quer que ela faça / É sempre um avanço / Pra reanimar...”.
Só que, no caso, Anja é a garota de São Paulo. “A garota vai à praça, pois em Sampa não tem praia”, graceja Tatit." Mauro Ferreira (g1.globo.com, 13.06.2022)

Temas

CD 1
01
Vai por mim
Luiz Tatit
Luiz Tatit & Ná Ozzetti
02
Anja
Luiz Tatit
03
Bônus que virão
Luiz Tatit
04
Esperando o quê?
Luiz Tatit
Luiz Tatit & Zélia Duncan
05
Aplausos
Zecarlos Ribeiro - Luiz Tatit
06
Tudo é quase nada
Luiz Tatit
07
Tipo nós
Emerson Leal - Luiz Tatit
08
Vem comigo
Luiz Tatit
09
Poder cantar
Luiz Tatit
10
Embrião
Ricardo Breim - Luiz Tatit
Lenna Bahule