Suscripción Newsletter

Recibe noticias y avisos de promociones especiales

Partimpim Dois é show

Adriana Calcanhotto
Dvds: Música (infantil)

Disponible

22,60 € impuestos inc.

Ficha técnica Dvds

Estilo Música (infantil)
Año de Edición Original 2010
Productora Sony Music

Más

Grabado "ao vivo" en Rio de Janeiro, en mayo de 2010.



Adriana Calcanhotto (voz, guitarra)

Moreno Veloso y Davi Moraes (guitarras), Alberto Continentino (bajo), Rafael Rocha y Domenico Lancellotti (batería, percusión)



Idioma:   Portugués.

Subtítulos en Portugués, Inglés y Español.

Extras:   Videoclips de "Fico assim sem você", "Baile Partimcundum", "O trenzinho do caipira" y "Gatinha manhosa".

Duración total aproximada:    90'



Región 0 (DVD sin restricciones de zona: de uso mundial)

Sistema de color:   NTSC

Sonido:   Dolby Digital 2.0 + Dolby Digital 5.1 + DTS Digital Surround 5.1

Formato de pantalla:    4:3 + 16:9

"Se o primeiro show de Adriana Partimpim, estreado em maio de 2005, já foi muito bom, o segundo foi totalmente demais. Dirigido por Adriana Calcanhotto com Leonardo Netto, Dois É Show - ora editado em DVD, filmado em maio de 2010 no Rio de Janeiro (RJ) com direção da cineasta Susana Moraes - é espetáculo idealizado para crianças, mas feito com sensibilidade e musicalidade de gente grande. Tudo flui bem. Tudo parece estar no seu devido lugar - mesmo que o multicolorido cenário de Hélio Eichbauer subverta a realidade das proporções com seus elementos cênicos (lápis e lâmpadas, por exemplo) de tamanho gigante. Hábeis ao dar caráter lúdico a números de tom adulto, como O Homem Deu Nome a Todos os Animais (Bob Dylan em versão de Zé Ramalho), os figurinos e adereços de Marcelo Pies e Danielle Jensen são um show à parte de cores, beleza e sintonia com o universo infantil. Na construção cênica, aliás, Dois É Show avança muito em relação ao primeiro espetáculo de Adriana Partimpim. A atmosfera de encantamento visual é tamanha que até disfarça a rala inspiração de um ou outro tema autoral da artista - em especial, Menino, Menina. Talvez porque Adriana entre sem pudores na brincadeira ao montar o roteiro que alterna músicas dos dois CDs de estúdio de Partimpim. Seu gestual em Ciranda da Bailarina (Edu Lobo e Chico Buarque) reproduz o movimento de uma bailarina numa caixinha de música - com direito a uma saia guarda-chuva que reproduz versos da letra escrita por Chico. A propósito, a própria sonoridade pop dos arranjos, que combinam sons orgânicos e eletrônicos, às vezes evoca a delicadeza das caixinhas de música com série de barulhinhos bons tirados de inusitado arsenal percussivo que inclui brinquedos e artefatos digitais. Um prato cheio para Domenico Lancellotti e Rafael Rocha brincarem em cena! Mas as guitarras também se fazem ouvir. Tanto as de Moreno Veloso e Davi Moraes como a da própria Partimpim. Que simula solo hendrixiano em Um Leão Está Solto nas Ruas - o rock pré-Jovem Guarda de Rossini Pinto lançado por Roberto Carlos em 1964, boa surpresa do roteiro - e toca sua guitarra em números como As Borboletas e Oito Anos. Esta parceria de Paula Toller com Dunga - sucesso do primeiro CD de Partimpim - é um dos números com maior poder de sedução junto às crianças. O coro ouvido no refrão rivaliza com o do hit radiofônico do primeiro álbum, Fico Assim sem Você, tema do repertório da extinta dupla Claudinho & Buchecha, alocado nos extras do DVD. São números em que a criançada tira os olhos do aparato visual do show para curtir tão somente o som. Já outras músicas - caso de Alexandre (Caetano Veloso), engrandecida com percussão que remete ao baticum afro-baiano - são mais ouvidas pelos adultos, já que os shows de Partimpim continuam atraindo crianças de todas as idades. Que logo se embevecem com o trem de brinquedo que atravessa o palco enquanto Partimpim embarca n'O Trenzinho do Caipira (Heitor Villa-Lobos e Ferreira Gullar) e com o chapéu de borboletas que adorna As Borboletas (Cid Campos e Vinicius de Moraes). Dois é realmente show porque Partimpim deixa baixar em cena seu espírito moleque. Exceto na terna Gatinha Manhosa (Roberto e Erasmo Carlos), único número de voz-e-violão em que a menina sapeca parece estar possuída pelo espírito de sua criadora Adriana Calcanhotto (já habituada a incursionar pelo cancioneiro da Jovem Guarda). Mas Partimpim logo volta a ser Partimpim, brincando de ser DJ ao fazer scratches no toca-discos posicionado no palco como elemento cênico e caindo na folia em Lig-Lig-Lig-Lé (Oswaldo Santiago e Paulo Barbosa) - com fantasia de chinês - e na reprise do carnavalesco Baile Partimcundum (Partimpim e Dé Palmeira). Dois é show porque traz diversão sadia que não subestima a inteligência de crianças (e dos adultos)." Mauro Ferreira (blognotasmusicais, 12.10.2010)

Temas

DVD 1
Extras
01
Baile particundum
02
Menina, menino
03
Saiba
04
Ciranda da bailarina
05
Alface
06
Canção da falsa tartaruga
07
O trenzinho do caipira
08
As borboletas
09
Alexandre
10
O homem deu nome a todos animais
11
Um leão está solto nas ruas
12
Domenico apresenta a banda
13
Gatinha manhosa
14
Oito anos
15
Bim bom
16
Lig-lig-lig-lé
17
Lição de baião
18
Baile partimcundum